Conecte-se conosco

Política

Pesquisa em Teresina é divulgada sem Fábio Sérvio; pré-candidato aparece em segundo lugar para o Senado na capital

Fábio Sérvio tem nome excluído de divulgação de pesquisa. Ele aparece em em segundo lugar para o Senado em Teresina nas pesquisas de outros institutos.

Publicado

em

fábio sérvio em debate com wellington dias
Fábio Sérvio e Wellington Dias em debate nas eleições de 2018

Nesta segunda (13), uma pesquisa do Instituto Credibilidade foi amplamente divulgada sem seu nome na disputa. Esse é o mesmo instituto que coloca Sérvio em terceiro lugar em maio na capital. Duas pesquisas consecutivas divulgadas em maio apontaram Fábio Sérvio (Podemos) em segundo lugar na disputa para o Senado em Teresina.

Há menos de um mês, na sondagem do Instituto Amostragem, em 17 de maio, (Registro PI-0745/2022), Wellington Dias aparece com 44,67%, em segundo Fábio Sérvio com 10,17% e Joel Rodrigues (Progressitas) com 7%. Já o Instituto DataMax, divulgou pesquisa em 30 de maio (Registro PI-03540/2022) com os seguintes números: Wellington 49%, Fábio Sérvio 11% e Joel Rodrigues 9,5%.

Números Divergentes

Esse mesmo Instituto Credibilidade havia publicado em 5 de maio, no mesmo período das sondagens realizadas por outros dois institutos (Amostragem e DataMax), uma pesquisa onde Sérvio aparecia apenas com 3,75% – oito pontos a menos que as outras duas pesquisas de outros institutos. Joel Rodrigues surgia com 20,73% e Wellington Dias com 31,54% (Registro PI-07883/2022).

Fábio Sérvio aparece em segundo lugar para o Senado em Teresina em dois institutos à frente de Joel Rodrigues. Instituto Credibilidade divuga pesquisa sem o nome de Sérvio.

Nesta segunda-feira (13 de junho), Sérvio foi surpreendido com a divulgação nas redes sociais de apenas um item de uma pesquisa do Instituto Credibilidade (Registro PI-029873/2022) que não consta o seu nome como pré-candidato no cenário divulgado.

No cenário escolhido e amplamente divulgado em post, consta apenas o nome de Wellington Dias e Joel Rodrigues (Progressistas), que nas últimas pesquisas anteriores ficou atrás de Sérvio em Teresina. Sem a presença de Fábio Sérvio, Wellington Dias teria 33% e Joel 30,45%. Ou seja, sem Fábio Sérvio, o cenário mostra um empate entre os dois.

Questionário apresenta Senado com Sérvio, mas dados não foram divulgados completos

A reportagem teve acesso ao questionário completo. A sondagem para o cargo de Senador do Instituto DataMax envolve quatro perguntas: a espontânea para o Senado, a estimulada com todos os pré-candidatos, a estimulada com apoio de Rafael Fonteles (PT) para Wellington Dias e Silvio Mendes (UB) para Joel Rodrigues, rejeição dos candidatos e o confronto direto apenas entre Wellington e Joel. Foi justamente esse cenário, sem Fábio Sérvio, o escolhido para ampla divulgação, além da rejeição.

A reportagem ouviu o pré-candidato ao Senado pelo Podemos. Fábio Sérvio estranhou a forma como os dados foram tratados. Revelou a necessidade e responsabilidade ao se divulgar uma pesquisa. “Peço ao Ministério Público Eleitoral que observe os detalhes na divulgação de pesquisas. Não se divulga extratos. Mas o todo. Não se omite nomes. A influência de uma pesquisa divulgada por um veículo de comunicação sob o eleitorado é grande. Tem uma máxima na comunicação que diz: ‘é possível dizer um monte de mentiras só falando a verdade’. Há uma mentira nessa divulgação, escondida sob uma verdad. Ao retirarem os nomes de outros candidatos se provoca uma distorção. Falo e peço em minha defesa e dos outros postulantes, mas principalmente, em nome da democracia e do equilíbrio”.

“A divulgação de uma pesquisa deve atender critérios de isonomia. Extrair um cenário e preterir outros candidatos não é o melhor caminho da democracia. Divulgar partes de uma pesquisa sem nomes que se colocam na disputa influencia o eleitor. Grandes órgãos de imprensa tem o cuidado até de divulgar as variações dos números com margem de erro. É uma pena”.

Fábio sérvio, pré-candidato ao senado pelo podemos

Quem é Fábio Sérvio?

Pré-candidato ao Senado e presidente do Podemos Piauí, Fábio Sérvio foi candidato a governador em 2018 ao lado do então candidato Jair Bolsonaro. Sua participação naquela eleição ficou marcada pelo seu desempenho nos debates diante do então governador Wellington Dias (PT) onde os dois polarizaram nas participações.

Fábio Sérvio foi candidato a governador em 2018 ao lado de Bolsonaro

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Todos os Direitos Reservados © 2021 | Portal Capital Teresina | Jornal Diário do Povo | Editora Capital Teresina Ltda