Conecte-se conosco

Política

Dr. Pessoa economiza R$ 130 milhões em dois meses de gestão, aponta Diário do Povo

Publicado

em

Com informações do Jornal Diário do Povo

Nos primeiro bimestre de 2021, sob a gestão do Dr. Pessoa, a Prefeitura de Teresina conseguiu economizar R$ 130 milhões no comparativo dos gastos públicos do mesmo período de 2020 feito pelo Jornal Diário do Povo.

A economia global em relação ao mesmo período da gestão Firmino Filho (janeiro e fevereiro de 2020) foi de 26%. A média de cortes nas despesas das secretarias foi de 53%. Algumas delas tiveram cortes de quase 100%.

A Secretaria Municipal de Concessões e Parcerias teve a maior redução em percentual no período: 96% a menos nos gastos. Em seguida no ranking aparece a Secretaria Municipal de Comunicação Social que reduziu 94% das suas despesas. Os dados compilados corrependem ao período anterior à reforma Administrativa proposta pela gestão Pessoa e aprovada pela Câmara que transformou as duas secretarias em coordenadorias.

Em meio à pandemia da Covid-19, os gastos da Fundação Municipal de Saúde não sofreram uma redução significativa, mas foram menores que no mesmo período de 2020. Numa redução de 2%, a FMS gastou pouco mais de 174 milhões de reais nos dois primeiros meses de 2021, no ano passado, foram R$ 176,8 milhões – uma queda de R$ 2,8 milhões nos gastos.

Nominalmente, as maiores reduções ocorreram no Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina (IPMT) com R$ 30 milhões a menos em pagamentos, seguida pela Secretaria Municipal de Educação que apresentou 14,4 milhões de reais a menos em pagamentos e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) que no comparativo do período atual com o primeiro bimestre de 2020 – quando ainda era gestão Firmino Filho, apresentou uma redução de R$ 14,2 milhões em despesas pagas.

Corte nos gastos da PMT é real

Na contabilidade, nem sempre redução de pagamentos significa redução de despesas. Robert Rios, vice-prefeito e também secretário de Finanças de Teresina, tem dado constantes declarações que haveria uma revisão de contratos e corte de despesas. E pelos números, é o que vem acontecendo.


Robert Rios à frente das Finanças cortou R$ 130 milhões em despesas da PMT nos dois primeiros meses da gestão Pessoa


A Superintendência de Desenvolvimento Urbano da Zona Leste (SDU Leste) teve uma redução de 80% nos pagamentos feitos no período. O valor acumulado no primeiro bimestre de 2020 era de 11 milhões de reais, neste ano, no mesmo período, foram reduzidos R$ 8,9 milhões em despesas – o total pago pela SDU Leste no primeiro bimestre de 2021 foi de apenas R$ 2,2 milhões.

Veja quanto cada secretaria reduziu suas despesas no período

ÓrgãoRedução de Gastos no Bimestre
Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina-42%
Câmara Municipal+7%
Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano-85%
Empresa Teresinense de Processamento de Dados-35%
Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chave-86%
Fundação Municipal de Saúde-2%
Fundação Wall Ferraz-74%
Gabinete do Vice-Prefeito-40%
Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina-52%
Procuradoria Geral do Município-4%
Sec. Municipal de Cidadania, Assist. Social e Politicas Integradas-39%
Secretaria Municipal da Juventude-82%
Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos-44%
Secretaria Municipal de Comunicação Social-94%
Secretaria Municipal de Concessão e Parcerias-96%
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo-81%
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação-54%
Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina-55%
Secretaria Municipal de Educação-16%
Secretaria Municipal de Esporte e Lazer-77%
Secretaria Municipal de Finanças-14%
Secretaria Municipal de Governo-49%
Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação-68%
Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres-49%
Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos-23%
Superintendência de Desenvolvimento Rural-69%
Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Centro Norte-51%
Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Leste-80%
Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste-67%
Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sul-56%
Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito-67%

Somente as despesas com a Câmara Municipal de Teresina aumentaram. Em 2021, foram 847 mil a mais em reação aos dois meses iniciais de 2020. O acumulado de pagamentos à CMT naquele período era de R$ 12.236.249,59, este ano, já foram repassados pela Prefeitura de Teresina à Câmara Municipal um total de R$ 13.083.550,86, ou seja, 7% a mais.

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (STRANS) teve um dos maiores cortes, R$ 9 milhões a menos em despesas. Nem a Secretaria Municipal de Governo ficou de fora. Ligada diretamente ao gabinete do prefeito, a SEMGOV teve um corte de 49% nas despesas no primeiro bimestre deste ano no comparativo com o mesmo período do ano passado.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Todos os Direitos Reservados © 2021 | Portal Capital Teresina | Jornal Diário do Povo | Editora Capital Teresina Ltda