Conecte-se conosco

Cidades

Covid: estudo da Universidade de Washington projeta 2.080 mortes em três meses no Piauí

Em 7 de abril ocorreria o maior número de óbitos em 24h por covid

Publicado

em

Com informações do Jornal Diário do Povo

Com informações do Jornal Diário do Povo

Estudo do Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde (IHME), centro independente de pesquisa em saúde global da Universidade de Washington, aponta para 7 de abril o pico da pandemia no Piauí. Segundo a projeção de dados, seria nessa data que o estado atingiria o maior número de mortes diárias por covid-19.

A projeção do IHME era de que o Piauí atingiria 3.446 óbitos pela doença no dia 7 de março. Os dados deste dia divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (SESAPI) registraram 3.485 mortes por covid-19 em território piauense, 39 a mais do que a projeção da Universidade de Whasington. O estudo tem mantido um grau de acertividade e a projeção para os próximos três meses é assustadora.

Pico da pandemia no Piauí teria 45 mortes diárias no pior cenário

Para o dia 7 de abril, o estudo projeta 35 mortes diárias no Piauí – neste caso, o levantamento considera a ampliação da vacinação e apenas a variante B.1.1.7, sem condierar a variante P.1, de Manaus, que se espalha pelo país. No pior cenário, seriam 45 óbitos por covid-19 em 24 horas.

Haveria, segundo o IHME, uma queda signficatica de vítimas no Piauí a partir do dia 01 de julho, quando o número de mortes em decorrência da doença caia para 4 em um dia. Até lá, o Piauí teria acumulado 5.565 óbitos.

A análise dos números revela que só nos próximos três meses a covid-19 mataria no Piauí quase 60% o número de vítimas total dos últimos doze meses de pandemia. Em 28 de março de 2020, desde que registrou a primeira morte por covid-19, o estado aculumou 3.485 vítimas fatais. Neste próximo trimestre seriam 2.080 mortes.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

Todos os Direitos Reservados © 2021 | Portal Capital Teresina | Jornal Diário do Povo | Editora Capital Teresina Ltda