10/01/2018 - 16:20

Fantasia de super-herói é a mais procurada para usar no Corso

Há quem prefira levar o próprio modelo para confeccionar

Autor: Claryanna Alves

Carnaval é sinônimo de animação e fantasia. Nos dias de folia, os foliões costumam caprichar bastante na apresentação com fantasias bem humoradas. Para o Corso, os teresinenses já procuram roupas e adereços que consigam se destacar na multidão.

Atendente de uma loja de aluguel de fantasias, Lorena Ney diz que a procura já começou por conta do Carnaval no litoral. “Já veio gente procurando fantasias para o bloco que vai ter em Luís Correia, mas já tem gente se programando para o Corso. As pessoas costumam trazer já o seu modelo para confeccionarmos aqui e fazerem o primeiro aluguel”, explica.

Segundo Lorena, assim como no ano passado, muita gente tem procurado fantasias de super-herói. Para quem trabalha no ramo, é importante estar antenado com as tendências e com os sucessos dos cinemas, que é de onde as pessoas costumam tirar suas inspirações.

“Super-herói está bem em alta. Tem o Deadpool, Doutor Estanho e outros super-heróis que os homens estão procurando. Para as mulheres têm também o interesse pela Mulher Maravilha, que também faz parte desse universo. Além dela, tem a procura por fantasia de unicórnio. Como nas escolas também fazem as brincadeira do Corso, temos esse outro público. Para eles, a procura maior é pela Ladybug”, exemplifica.

A arquiteta Maria Luisa costuma ir todos os anos para Olinda subir e descer as ladeiras de um dos carnavais mais tradicionais do país. Na primeira edição, ela conta que apenas chegou na hora e comprou adereços com os ambulantes, mas que depois passou a se programar melhor. “Eu já vou com antecedência na loja de aluguel de fantasias. Lá já dou uma olhada para saber se tem alguma que me interessa e já separo para fazer ajustes e encomendo alguma que já planejei para ir combinando com as minhas amigas”, conta.

Mas há também aqueles que acabam deixando para a última hora e, ao invés de planejar melhor a sua fantasia, acaba alugando a que mais lhe agrada entre as disponíveis ou investem em adereços.

“Tem muita gente que deixa para ir atrás da fantasia em cima da hora. Inclusive, por conta disso, nós abrimos a nossa loja no dia do Corso e reforçamos o atendimento. Ficamos até um pouco mais tarde e não fechamos o dia inteiro para quando alguém chegar ser atendido”, diz Lorena.

Policiais militares e guardas municipais vão fazer segurança

Representantes da Prefeitura de Teresina e da Secretaria de Segurança Pública se reuniram para debater como será a organização da segurança, saúde e locomoção dos foliões no Corso 2018. O Corso acontecerá no primeiro sábado de fevereiro, dia 3, na avenida Raul Lopes. 

A organização está definindo como será realizado o policiamento, o fechamento das ruas, mudança das linhas de ônibus e os pontos onde ficarão as ambulâncias para atender quem estiver participando do evento.

“Foram apresentadas algumas demandas que precisam ser trabalhadas principalmente com relação a policiamento em si, da forma como vamos trabalhar, a comunicação, as ações, a instalação do centro integrado. Deverão ser 100 policiais civis, 800 policiais militares e a Prefeitura deverá colocar à disposição parte da Guarda Municipal”, comenta o secretário de Segurança, Fábio Abreu.

Assim como aconteceu no ano passado, a concentração dos caminhões iniciará às 6h na Avenida Universitária. "Devido ao grande fluxo de pessoas, vamos abrir a avenida para concentração cedo e bloquear o tráfego de veículo automotor a partir de 15h", explica o diretor de Fiscalização da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), coronel Jaime Oliveira.

Foi solicitado ainda à Prefeitura uma estrutura com refletores na parte do rio para melhorar a iluminação e garantir mais segurança para os foliões. Nas proximidades também deverão ser posicionados policiais em motocicletas.

Participaram da reunião representantes da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Strans, Guarda Municipal, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Superintendências de Desenvolvimento Urbano Norte e Leste, Eletrobras, SAMU e Departamento Estadual de Trânsito.