20/03/2018 - 10:09

Em reuniões bilaterais, Temer recebe chefes de Estado em visita ao país

Foram sete reuniões de, aproximadamente, 30 minutos cada

O presidente Michel Temer passou a tarde de ontem (19) recebendo chefes de governo e chefes de Estado no Palácio do Planalto. Foram sete reuniões de, aproximadamente, 30 minutos cada com representantes do Japão, Marrocos, Senegal, da Hungria, Coreia do Sul, de Cabo Verde e de São Tomé e Príncipe, presentes no Brasil por ocasião do 8º Fórum Mundial da Água, que ocorre durante toda a semana em Brasília.

A cada encontro, o presidente recebia o visitante no alto da rampa do Palácio do Planalto, no segundo andar, posava para fotos e seguia para seu gabinete para as reuniões bilaterais. Na conversa com o príncipe herdeiro do Japão, Naruhito, Temer lembrou de sua visita ao Japão em 2016. O príncipe contou ao presidente sobre sua visita, ontem (18), à Embrapa Cerrados, e destacou os resultados positivos da cooperação dos dois países na agronomia.

Já no encontro com o presidente de São Tomé e Príncipe, Evaristo do Espírito Santo Carvalho, Temer ouviu um pedido para que o Itamaraty organize missão empresarial ao país africano nas áreas de turismo e pesca.

Linha São Paulo-Dacar

Durante sua conversa com Mohammed Dionne, primeiro-ministro do Senegal, o presidente ouviu os planos do governo senegalês para reabrir a linha aérea entre São Paulo e Dacar, capital do país africano. Dionne também disse a Temer que uma comitiva de 120 pessoas de seu país acompanham a organização do Fórum Mundial da Água. A próxima edição do evento vai ocorrer em Dacar.

Ao presidente da Hungria, János Áder, Temer falou do interesse da indústria aeronáutica brasileira em atuar no mercado da Hungria. O presidente ouviu do primeiro-ministro do Marrocos, Saad Dine El Otomani, sobre o interesse de empresas aéreas marroquinas em adquirir mais aeronaves da Embraer.

Em conversa com o primeiro-ministro da Coreia do Sul, Nak-Yon Lee, Temer pediu apoio do país asiático para a inclusão do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O acordo Coreia do Sul-Mercosul também foi pauta do encontro. Nak-Yon Lee prometeu abrir a negociação em breve.

O presidente brasileiro também conversou com o presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca. Fonseca pediu a participação do Brasil na reunião da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O Brasil é o único país dos nove estados-membros que ainda não confirmou participação no encontro. Cabo Verde está na presidência rotativa do grupo até 2020.


Fonte: Agência Brasil