06/03/2018 - 08:31

Período de chuvas aumenta os casos de viroses no Piauí

Moscas e baratas são responsáveis pela transmissão de doenças

Autor: Lucas Pessoa

No período chuvoso sempre há um aumento de casos de “viroses”, isso por conta do crescimento nos casos de doenças respiratórias devido à mudança climática, como também aumentam o contato com água contaminada e também aumentam os mosquitos transmissores dessas infeções. Além disso, moscas e baratas são responsáveis pela transmissão de doenças. Os idosos e crianças são os mais atingidos com as doenças, que podem ser gastroenterites e respiratórias.

As viroses são em sua maioria causadas por vírus transmitidos por água contaminada, ocasionadas pelo aumento das chuvas e transbordamento de esgotos. Também pode ser transmitido na pata de insetos como moscas e baratas, que andam sobres dejetos e restos de alimentos e lixo em geral e levam até os alimentos. "A prevenção se dá com cuidado redobrado com os alimentos, protegendo-o de moscas e baratas, lavar bem as mãos após usar o banheiro e antes de preparar refeições ou se alimentar. Evitar acumular lixo em casa para não atrair moscas e baratas e lavar os lixeiros com água sanitária sempre que jogar o lixo fora. Evitar ingerir alimentos de estabelecimentos que não tem boas condições sanitárias", informa Elna do Amaral, médica infectologista do hospital Nathan Portela.

As "viroses" podem se manifestar em duas forma, a primeira é na forma de gastroenterites. Os sintomas são febre, dor de barriga, náuseas e vômitos, diarreia e dores no corpo, a conhecida "virose da mosca" que deixou o estudante Bruno Pinheiro impossibilitado de sair de casa. "Começou com uma febre moderada, foi fraca e durou pouco, que passou para uma moleza no corpo e culminou em diarreia. Passei um dia todo sem sair de casa, não pude de sair" comenta. Outra forma de manifestação é por doenças respiratórias. "Os sintomas são: dor de garganta, tosse, febre e nariz entupido. Dentre estas, temos desde resfriado comum (vírus menos agressivos) até o influenza (gripe), que pode causar sintomas respiratórios graves", explica Elna do Amaral.

Todas as faixas etárias podem contrair algum tipo dessas doenças. Contudo, os que mais sofrem e mais manifestam formas graves, que podem levar a internações são as crianças e os idosos. "Eles desidratam com facilidade. Poucos episódios de vômitos e diarreia podem ser suficientes para um idoso ou uma criança piorar muito e necessitar de internação. Na maioria das vezes remédios para dor e hidratação com soro para reidratação oral resolvem o caso. Algumas formas de desidratação grave requerem hidratação na veia, feita no hospital. É recomendado caso apresente os sintomas acima citados, a pessoa deve procurar o serviço médico mais próximo para avaliação médica" alerta a infectologista.


Fonte: Jornal Diário do Povo