08/01/2018 - 15:52

Oposição quer definir nome do candidato ainda este mês

O problema é que existem divergências

Autor: Luciano Coelho

A oposição quer definir ainda este mês o nome do candidato que deve disputar o governo do Estado contra o governador Wellington Dias. Mas existem divergências quanto ao prazo e a composição da chapa. Uns querem que se espere até o prazo das desincompatibilizações, no final de março e início de abril, para atraírem os insatisfeitos, e quando também se abre a janela partidária para quem quer mudar de partido. O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), considera que a oposição deve usar todo o prazo que tem para definir o nome que vai disputar o governo contra Wellington Dias. O problema é que existem divergências, onde alguns acham que a oposição está perdendo tempo e terreno, e outra que acham que devem esperar até a última hora para anunciar o nome do candidato.

O prazo seria depois de março, quando houver as desincompatibilizações de quem ocupa cargo público e pretende disputar mandato eleito, e quando se abrem as janelas partidárias para quem quer mudar de partido.

Um grupo oposicionista quer definir o nome do candidato a governador ainda este mês e iniciar as andanças pelo interior.  Os ex-governadores Freitas Neto e Wilson Martins concordam com essa tese, que o candidato deve ser anunciado e iniciar uma pré-campanha.

Os oposicionistas ainda consideram que a campanha é curta, apenas 45 dias, e quem está na oposição precisa andar mais. Wilson Martins esteve ontem um encontro com o deputado estadual Robert Rios (PDT), que é o líder da oposição na Assembleia Legislativa, com o objetivo de projetarem as estratégias com vistas às eleições.