19/03/2017 - 16:43

Obras vão melhorar abastecimento em Teresina e Luzilândia

Em fase de andamento, as redes deverão beneficiar centenas de piauienses em zonas rurais e urbanas

O abastecimento hídrico e o acesso a água potável no Piauí deverão ser reforçados com a conclusão das obras em duas adutoras públicas, em Teresina e no interior do Estado no município de Luzilândia. No interior do estado, as estruturas hídricas vão beneficiar cerca de 500 famílias de localidades rurais. Em Teresina, a duplicação da adutora do Parque Piauí vai ampliar o abastecimento d’água em bairros da zona Sul.

Em fase de implantação, as obras da adutora do município de Luzilândia, que serão executadas com recursos do Tesouro Estadual, pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) irão substituir a atual tubulação de amianto utilizada para a distribuição de água, a nova rede será de ferro fundido. Com a obra, orçada em aproximadamente R$ 1,1 milhão, o povoado Lagoa do Dnocs passará a usufruir de água tratada.

Atualmente os moradores da região não têm acesso a água encanada. A água que as famílias utilizam para beber, cozinhar e fazer as atividades domésticas é coletada diretamente do Rio Parnaíba. “A gente usa essa água aqui mas fica com medo de adoecer com tanta sujeira que passa no rio”, conta Antônio Ferreira, morador da comunidade. “É carregando num tambor lá no rio de 10-20 litros. Isso quem pode carregar, quem não pode, como eu, se não fosse o meu filho eu teria que comprar”, relata o idoso Temístocles Pereira, também morador da localidade.

A estação de tratamento e de distribuição da Adutora de Luzilândia será feita pela caixa d’água já existente com capacidade para um milhão de metros cúbicos. Serão três quilômetros de rede adutora que beneficiarão até 500 famílias dos Conjuntos 30, 87 e 90. “Vai ser uma maravilha para essa comunidade poder criar seus filhos e netos. Estamos muito otimistas com esse trabalho. É um sonho de quarenta anos que estamos realizando agora em 2017“, relata o presidente do distrito de irrigação de Lagoa do Piauí, Francisco Silva.

Em parceria com o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca, o governo do Piauí perfurou três poços na região para auxiliar na irrigação da agricultura da região. Numa outra ação nos três conjuntos o governador Wellington Dias está construindo a pavimentação em paralelepípedo. Só no conjunto 87 serão mais de 10 mil metros quadrados de calçamento pavimentados. “A gente saía de casa, a lama ficava quase no meio da perna. Agora a gente sai com os pés enxuto e limpo”, relembra Bernadete Silva, moradora da Comunidade 87
Ainda em Luzilândia, outra comunidade que recebeu investimentos do Estado é o povoado Candieiro, onde foi construída uma praça, localizada às margens da PI-113. Quase R$ 147 mil  foram aplicados na obra que era um desejo antigo dos moradores. “Faz uns doze anos que a gente sonha com essa praça. As crianças andando de bicicleta. Às vezes a gente dizia assim: Ah! Isso não vai acontecer não’. E agora deu certo“, disse João de Jesus Sena, agricultor da localidade.

 

Adutora do Parque Piauí

Em Teresina, para aumentar a distribuição de água na zona Sul, o governo realiza a duplicação da adutora do bairro Parque Piauí por meio do Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi). “Nós temos uma capacidade para transportar 1,6 mil litros por segundo. Agora nós estamos ampliando para quase 4 mil litros por segundo de água“ diretor do Idepi, Juraci Santana. A nova estrutura possui três quilômetros de adutora de 900 milímetros que vai ligar a ETA ao reservatório de água do Parque Piauí, com condições de abduzir até 1.300 litros/s. Além do abastecimento de água, será possível a manutenção do sistema. Os investimentos são na ordem de R$ 11.430.118,20.

A iniciativa faz parte do projeto de ampliação do Complexo de Produção de Água Tratada do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) no município de Teresina. “É uma obra que vai melhorar sensivelmente a produção, o armazenamento e a distribuição de água tratada para Teresina em especial a zona Sul”, Francisco Monteiro, chefe de gabinete do Idepi.

Outros bairros serão beneficiados com o aprimoramento do abastecimento e distribuição de água como o Lourival Parente, Angelim, Saci, Bela Vista e Morada Nova. A nova estrutura conta com 3 km de adutora de 900 milímetros, que vai ligar a estação e tratamento ao reservatório de água do Parque Piauí

Para o governador Wellington Dias, a região merece um olhar cuidadoso quanto à questão do abastecimento de água. “Aqui na região que envolve o Parque Piauí, Saci, Angelim e Porto Alegre, temos abastecimento, mas não é suficiente. Com os novos reservatórios, que possuem uma grande capacidade de armazenagem, conseguiremos dar segurança na distribuição. Aqui também trabalharemos a ampliação na parte de tratamento”, atentou o chefe do executivo piauiense.

A outra região citada por Dias, já na zona Norte, é da Santa Maria da Codipi e Jacinta Andrade. “Ali foi resolvida a parte de tratamento, entramos numa fase de teste e verificamos problemas de energia. Para resolver a questão, autorizei a instalação de um gerador que seja capaz de dar sustentação, enquanto terminamos uma linha que amplie a capacidade elétrica, pois é preciso energia para movimentar as bombas, que farão a distribuição de água”, complementa o governador.


Fonte: Ccom