versão para impressão

Matéria publicada: 14/11/2017 - 14:52

Wellington confirma que empréstimo é para não atrasar salários dos servidores

Estado vive a ameaça de não pagar o funcionalismo

Autor: Luciano Coelho

O governador Wellington Dias confirmou ontem (13) na Assembleia Legislativa, durante a entrega do título de cidadania ao governador do Maranhão, Flávio Dino, que o Governo encaminhou projeto para Assembleia modificando a autorização para contratação de operação de crédito para contratar com a iniciativa privada para não atrasar o pagamento dos salários e antecipar os investimentos em infraestrutura do Estado.

Segundo ele, essa modalidade de crédito é mais ágil, já que o contrato feito com a Caixa Econômica ainda não foi liberado e o Estado tem pressa.

“Se podemos antecipar o desenvolvimento que temos que fazer agora, porque esperar de cinco a dez anos para fazê-lo? Por isso, estamos buscando esse empréstimo sem aval da União”, acrescentou Wellington Dias.

Ele afirmou que a intenção é antecipar e ampliar os investimentos e evitar que haja atraso de salários, devido às dificuldades financeiras. “Isso é importante para que o Piauí possa fazer o pagamento da folha e ter a capacidade de fazer investimentos”, disse o governador.

Segundo Wellington, a União hoje compromete 75% da sua receita líquida com dívidas. O Piauí tem capacidade de endividamento, compromete apenas 7% da receita com pagamento da dívida e 45% das receita corrente líquida com empréstimos, quando poderia comprometer até duas vezes e meia o valor total dessas receitas.