versão para impressão

Matéria publicada: 20/04/2017 - 09:28

Motoristas reclamam de buracos em terminal de petróleo

O trecho que leva até o terminal de petróleo é feito apenas de piçarra e sem asfalto.

Autor: Claryanna Alves

Diariamente trafegam pelo Terminal de Petróleo de Teresina diversos caminhões e veículos de grande carga. Esse tráfego, juntamente com as chuvas e a falta de cuidados, acaba por resultar em diversos buracos.

Foto/Francisco Gilásio 

No trecho de acesso ao terminal, o caminho é apenas de piçarra, sem asfalto. De acordo com o motorista Washington Prado, o problema já é algo antigo e que nunca foi resolvido. “Isso sempre existiu, independente do período esse percurso aí é sempre acidentado. Quando chove, fica lama e buraco. Quando está no verão, os buracos continuam e tem muita poeira. Já entraram em contato com a Prefeitura, mas disseram que nada pode ser feito porque é responsabilidade do DNIT, e o DNIT nunca faz nada”, conta.

Ainda segundo Washington, muitos motoristas já sofreram prejuízos por conta da via esburacada. “Já vi caminhão passar e bater a frente no chão por causa da profundidade dos buracos. Muitas carretas quebram. São prejuízos por causa da falta de manutenção”, conta.

Foto/Francisco Gilásio 

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Piauí, Paulo de Tarso, explica que o reparo não é de responsabilidade do órgão, mas do próprio Terminal, e fala de um projeto de melhoria para o local.

"O Terminal foi entregue ao Estado e é responsabilidade do próprio Terminal a manutenção daquela via de acesso. Foi feita uma solicitação de autorização para fazer esse acesso no ano passado, mas nunca fizeram. Agora, para aquele local, estamos elaborando um projeto de duplicação. Acredito que por volta de agosto seja feita a licitação para a obra", conta o superintendente. 


Fonte: Diário do Povo