01/12/2017 - 14:31

Estudante do curso de Moda lança coleção com tecido feito por artesão da zona rural

O fato da produção manual da matéria-prima é apenas um dos aspectos da coleção ‘Êxodo Verão 2018’

Autor: Mariana Viana

A produção de moda no Piauí é uma área em crescimento. Uma prova disso é que instituições de ensino superior da capital formam todos os anos dezenas de novos talentos na área. Uma delas é Roberta Pimentel, jovem formanda de Moda, que apresentará no seu trabalho de conclusão de curso a coleção ‘Êxodo Verão 2018’, cujas peças são feitas com tecido manual, produzidos por um artesão da zona rural de Teresina.

A matéria-prima para as peças de Roberta Pimentel tiveram origem na tecelagem de Osvaldo Dourado Dos Santos e o resultado final é definido pela estilista como ‘casual-chic’. “É uma mistura de rústico e ‘alinhado’”, completa. O trabalho completo de Roberta e mais 45 alunos poderá ser conferido amanhã, a partir das 17h, no auditório Ipê da Uninovafapi, situado na zona Leste de Teresina. “O evento será a finalização da nossa última disciplina e cada aluno tem seu tema”, explica.

Inspirações no Egito e na Vida Terrena

O fato da produção manual da matéria-prima é apenas um dos aspectos da coleção ‘Êxodo Verão 2018’. O trabalho é todo fundamento em princípios e tendências do mundo da moda visto que se trata de um trabalho acadêmico. O primeiro deles é a macrotendência ‘Vida Terrena’ que promete ditar hábitos de consumo em 2018.

Essa macrotendência é um espalho da crescente busca pelo contato com a natureza. O que se observa é que as pessoas começam a repensar o consumo e a valorizar produtos chamados “do cultivo à mesa”, expressão que começa a se apresentar também como “da fazenda ao provador” à medida que as peças do vestuário se utilizam de materiais caseiros e de fontes locais. Essas características explicam a escolha do material  utilizado por Roberta.

Além de ser o reflexo de uma tendência, a coleção da estudante possui ainda um tema inspirado em um fato histórico do Egito. “O tema é Antigo Egito e o nome da coleção é Êxodo, porque é um dos fatos mais importantes que aconteceram dentro do tema. E é nesse fato histórico que minha coleção foi desenvolvida”, conclui.