04/01/2018 - 14:39

Governo do Piauí quer contratar fonoaudiólogo por salário mínimo

Jornada de trabalho de 40h por R$ 954,00 mais R$ 150,00

Autor: Marcelo Rocha

O Processo Seletivo Simplificado para formação ao Cadastro de Reserva para os cargos de professor e Técnico de Nível Superior de fonoaudiólogo, Psicomotricista e Bibliotecário que o governo do Piauí, através da Secretaria Estadual de Educação, pretende realizar em fevereiro recebeu crítica e indignação da diretoria do Sindicato dos Servidores da Saúde Pública do Estado do Piauí (SINDESPI).

O protesto é por causa da proposta apresentada no edital do Processo Seletivo Simplificado para remuneração do profissional fonoaudiólogo, que é de nível superior. O governo oferece uma jornada de trabalho de 40 horas semanais com o salário mínimo vigente (R$ 954) e mais R$ 150.

A presidente interina do SINDESPI, Maria das Dores Vieira, considera uma falta de respeito ao profissional de nível superior. Segundo ela, a estimativa salarial inicial para um fonoaudiólogo é de R$ 2.800 para 20 horas semanais. Ela lembra que no edital não foi colocado nada sobre possíveis vantagens de gratificação, produção e plantão.

A profissão de fonoaudiólogo não tem, ainda, um piso salarial no Piauí e em vários estados.

O SINDESPI vai formalizar uma denúncia ao Ministério Público Estadual sobre essa proposta apresentada pela Secretaria Estadual de Educação no edital do Processo Seletivo Simplificado. O advogado do sindicato, Paulo Germano, considera que a proposta salarial apresentada pelo governo estadual para um profissional de nível superior da área da saúde, como um fonoaudiólogo, é aviltante.

Paulo Germano chega a suspeitar que esse baixo valor na remuneração do profissional de saúde é para desestimular os interessados se inscreverem. Segundo ele, parece que há interesse de ter poucos candidatos e beneficiar alguém na seleção e após o acesso ao governo ter melhorias na remuneração.

As inscrições do Processo Seletivo Simplificado da Secretaria Estadual de Educação iniciaram ontem e prossegue até o dia 17 deste mês. Os interessados pagam a taxa de inscrição no valor de R$ 70. A prova escrita objetiva será elaborada pelo Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos ( NUCEPE) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).