20/11/2017 - 15:15

Candidatos são prejudicados por fila em concurso dos Bombeiros

Ao todo, 5.100 candidatos disputam 110 vagas

Autor: Thauana Cavalcante

Aconteceu na manhã de ontem, dia 19, o concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, por intermédio do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), que vai selecionar 110 novos integrantes para a corporação. Na Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Campus Torquato Neto, os candidatos tiveram que formar fila para entrar e por isso, muitos foram prejudicados, ficando do lado de fora.

A fila, conforme integrantes das polícias civil e militar no local, foi para facilitar a revista. Os candidatos não podiam entrar no local de prova portando celular, relógio e até óculos escuros. Para garantir a segurança, foram utilizados detectores de metais e equipamentos para detectar mensagens enviadas por telefone celular. O objetivo foi garantir a tranquilidade dos candidatos e a lisura do processo.

A candidata Camila Mendes chegou cedo ao local, ficou na fila esperando sua vez de entrar, mas teve que sair para guardar o celular e quando voltou os portões já estavam fechados. “Eu cheguei cedo, dava para eu entrar. Mas enfrentei a fila como todos os outros e infelizmente acabei perdendo o concurso”, relata.

Outro candidato já havia entrado, mas voltou para deixar o celular, informando ao fiscal. Quando ia retornar, os portões já estavam fechados. Na Uespi, pelo menos 10 candidatos não entraram para realizar as provas.

Quem estava na fila, mas conseguiu entrar, ainda assim ficou com medo de perder o certame. “Eu cheguei meia hora antes do horário e estou entrando já perto de fechar os portões. Confesso que essa fila atrapalhou e fiquei com medo de não conseguir entrar”, comenta Fabrício William.

Os portões foram abertos para ingresso dos candidatos a partir das 7h e foram fechados rigorosamente às 8h da manhã, conforme estabelece o edital do certame. Além do Campus Torquato Neto, as provas também foram aplicadas no Liceu Piauiense, no Ifpi da zona Sul, no Centro Educacional Odilon Nunes e nos colégios Eurípedes de Aguiar, Benjamin Batista, Murilo Braga e Severiano Sousa, todos na zona Norte de Teresina.

Ao todo, 5.100 candidatos disputam as 110 vagas disponíveis. A maior concorrência foi registrada para candidatas do sexo feminino, com 104.8 por uma vaga, enquanto que a concorrência masculina registrou uma procura de 40.5 por vaga.

Guarda volumes

Algumas pessoas aproveitaram a movimentação no local para vender água e lanches para os candidatos, fato que é comum durante a realização de vestibulares e concursos na cidade. Além desses vendedores, também estavam lucrando os guardadores de objetos. Eles cobraram R$5,00 pelo serviço.

Os guardas volume disponíveis forneciam aos candidatos um saco onde poderiam colocar seus objetos e junto uma identificação- nome, endereço e telefone. Quem não tinha onde ou com quem deixar seus pertences, optou mesmo pela nova modalidade de comércio.

Redação

O Núcleo de Concurso e Promoção de Eventos (Nucepe), da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), tornou público ainda na manhã de ontem, 19, o tema escolhido pela banca para a redação do Concurso dos Bombeiros. O tema escolhido foi “A preservação dos valores humanos em nosso tempo: um exercício possível?”.

O tema da redação trouxe também três textos de apoio. O Texto 1: Valores Humanos (alguns dos principais valores humanos); Texto 2: Para defender crianças, professora entrou em luta corporal com autor do incêndio em creche e o Texto 3: uma ilustração mostrando que ninguém está imune à maldade humana.

A prova discursiva, que tem pontuação máxima de 20 pontos exige que o candidato, para ser classificado, alcance pelo menos 12 pontos. A prova do concurso começou às 8h30, com término previsto para as 13h30. De acordo com o edital, nenhum candidato poderia deixar o local de prova antes das 13 horas.